Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Prefeitura de Alta Floresta seguirá decreto do estado com novas medidas de combate a COVID-19

Postado em 2 de março de 2021 por

Compartilhar agora.
Prefeitura de Alta Floresta seguirá decreto do estado com novas medidas de combate a COVID-19

A Prefeitura de Alta Floresta informou por meio de nota na noite de ontem, segunda-feira (01), que seguirá o decreto impositivo do Governo do Estado.

O Decreto possui novas medidas restritivas que visam frear o contágio da covid-19 no estado, a exemplo de restrição de horários para atividades econômicas e toque de recolher após às 21h.

O decreto foi assinado pelo governador Mauro Mendes nesta segunda-feira (01) e passa a valer a partir de terça-feira (02).

Essas medidas são válidas para os próximos 15 dias, podendo ser prorrogadas, endurecidas ou flexibilizadas dependendo do andamento da situação. 

Confira as novas medidas: 

– De segunda à sexta, proibição de todas as atividades econômicas das 19h às 5h. 

Aos sábados e domingos, a proibição será após o meio-dia. A exceção fica por conta das farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.

Durante a vigência deste decreto os eventos sociais, corporativos, empresariais, técnicos e científicos, igrejas, templos e congêneres, cinemas, museus, teatros e a prática de esportes coletivos são permitidos com no máximo 50 (cinquenta) pessoas por evento, respeitado o limite de 30% (trinta) por cento da capacidade máxima do local, observados os limites de horário definidos.

– Nos horários permitidos, as atividades econômicas deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local. 

O funcionamento de serviço na modalidade delivery ficará autorizado somente até às 23h00m, inclusive aos domingos.

– Toque de recolher a partir das 21h até às 5h, com proibição de circulação.

Repúdio a agressões de fiscais

A nota também expressa o repúdio do poder público contra fiscais da vigilância durante abordagens realizadas para fazer valer as regras de prevenção de transmissão do vírus.

“Em tempo, gostaríamos de repudiar, as agressões que os fiscais da vigilância epidemiológica sofreram durante a abordagem em uma festa na noite de sábado, e agradecer a Polícia Militar por ter chegado a tempo e ter conseguido resolver a situação.”

Hits: 2

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.