Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Bombeiros encontram criança em Lucas do Rio Verde após 4 dias de buscas

Postado em 28 de dezembro de 2020 por

Compartilhar agora.

O Corpo de Bombeiros confirmou que Heitor Maciel dos Santos, de 2 anos, foi encontrado com vida, esta tarde (domingo), numa região do aterro sanitário, em Lucas do Rio Verde após quatro dias de buscas. Ele será encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal para cuidados médicos.

O major e comandante do Corpo de Bombeiro de Lucas, Alex Queiroz da Silva disse, em entrevista que o menino “está bem, consciente, apresenta algumas escoriações pelo corpo e apenas assaduras nas pernas. Foi feita uma denúncia. Ligaram no quartel informando que ele estava no aterro sanitário. Por coincidência era o local que estávamos fazendo buscas pela manhã. Alguém estava com ele. Por estar quatro dias desaparecido só tinha arranhões. Ele estava sem roupas”.

O menino estava desaparecido desde quinta-feira. Esta manhã, os bombeiros ampliaram área da atuação das buscas e tiveram reforço nas buscas com o cão Luke, que participou do resgate de vítimas no soterramento da mineradora em Brumadinho (MG).

Ainda na quinta-feira, Heitor Maciel foi visto próximo a casa da fazenda, às margens da MT-449 e perto da Fundação Rio Verde. Os cães farejaram o trajeto casa até a rodovia, e não avançaram o que indicaria que o menino teria, supostamente, seguido até a pista. Segundo os bombeiros, uma pessoa que passou pelo local, no horário que ocorreu o fato relatou que viu a criança às margens da MT-449.

Os pais e o menino residem em Campo Novo dos Parecis e foram a Lucas do Rio Verde passar o Natal com a avó da criança. Na quarta-feira à tarde, por volta das 15h, na véspera de natal, teria ocorrido queda de energia, o pai e mãe saíram para resolver o problema e a criança teria desaparecido.

Hits: 17

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.